Praxis e Poiesis da prática à teoria artística


DESCRIÇÃO
Praxis and Poiesis aims to promote, stimulate, support and disseminate research in fields related to the arts, in its proximity to sciences, media and culture, by carrying out research that contributes to the development and dissemination of knowledge, and the socio-cultural growth of the regions where its activities are implemented, increasing production and transmission of the arts in articulation with technology.
KEYWORDS
Arte / Prática Curatorial | Pensamento visual / crítico
Memória | Identidade | Becoming | Affect | Ciência / Tecnologia da Percepção | Interação Digital / Ativismo
ESTRUTURA

The area of Art Studies is manifested in diverse types of knowledge. Due to the combination of skills thus far, the group proposes/suggests that research should be organised according to four thematic areas, which are briefly described below. We draw attention to the fact that the boundaries between the themes are liminal thresholds only necessary to establish an initial research framework – as this group research and expertise is centred in the visual arts, most certainly crossovers and links between the themes will be explored.

Group Coordinator elected by the Scientific Committee, two-year renewable term;
Scientific Committee formed by all integrated members;
Project coordinators emerge out of the projects themselves;
Plenary meetings with all members of the group (bi-yearly).

The existence of a Scientific Committee is anticipated within this structure: formed by all integrated members, so that all researchers/Integrated Members (Scientific Committee) will be involved as coordinators of the presented thematic areas, and whom will be responsible for:

  • Initiating and promoting projects;
  • Elaborating funding applications;
  • Communicating/presenting their research actions to society (through editing journals; international congresses); • Organizing festivals, exhibitions and workshops;
  • Encouraging other activities in partnership with cultural/scientific and social institutions.

The collaborating individuals – Post-Doctorate researchers; doctorate or masters students; and invited specialists – will be integrated according to the projects to be developed.

The proposed areas are:

Artistic Practice [art as production – the making (art studio; object)]:

  • the significance of the work through its own artefacts – interaction, interrelation, mutual understanding – as a process of production of contents;
  • art as a legacy in itself (Art for art’s sake);
  • the intrinsic questions of the making, as well as research that focuses on performance practices, drawing, painting, sculpture and installations – regardless of the medium in which it materialises, but rather expanding and questioning the boundaries between the studio and/or the construction of socio-cultural public space and/or project presentation.

Critical-philosophical thinking in/about art [art as an act of reflection – exegesis; thought (aesthetic; curating; critical and/or self-reflexive)]:

  • exploring methodologies, the construction of knowledge through artistic creation and the aesthetic experience of reception/participation, the techniques and of the poetics.

Transdisciplinary technical/technological Intersections (media, art and science – media lab):

  • the medium as a process that can intrinsically guide the development of the work/artistic object and its display (not as a concept but as an object), with codes, tools and circulation supports;
  • the framing and contextualization of projects that relate to practices which are dependent on specific technological mediation (e.g. video, photography, sound, mediated perception, augmented reality, virtual reality, affective computing, interface, interaction, biofeedback, etc.);
  • the structuring of this line of questioning in relation to the practice of art with scientific, industrial and procedural exploration in other disciplines such as biology, medicine, health, engineering, climate sciences, agriculture, geology, museology, etc.

Artistic Education:

  • forms and methods for pedagogical practice (Can art be taught? How should the artist of the future be taught? And children and young people?), exploration and development of specific methodologies and techniques for art education and research in art and through art – technological mediation and complex issues of education (e.g. distance learning and virtual communities, communities with special needs).
STAFF
Investigadores doutorados integrados
António Manuel Dias Costa Valente
Antonio Wellington de Oliveira Junior
Graça Maria Alves dos Santos Magalhães
José Pedro Barbosa Gonçalves de Bessa
Luísa Maria Lopes Ribas
Maria Isabel da Fonseca e Castro Moreira Azevedo
Maria Manuela Carvalho de Sousa Lopes
Nuno Miguel Chuva Vasco
Paulo Bernardino das Neves Bastos
Rosa Maria Pinho de Oliveira
Rosangella Leote
Sérgio Rafael Tomé Das Neves Eliseu
Investigadores não-doutorados integrados
Gilberto Miguel Tavares dos Reis
Guy Amado
Ivo Daniel Valente Fonseca
João Manuel Gonçalves Ribeiro
Jorge Miguel da Silva Reis
Marta Sofia da Silva
Sonia Isabel Pereira de Carvalho
Outros investigadores
Hugo Filipe Rodrigues Paquete
João Vilnei de Oliveira Filho
José Miguel Santos Araújo Carvalhais Fonseca
Luísa Maria Lopes Ribas
Maria Isabel da Fonseca e Castro Moreira Azevedo
Marta Isabel Sobral Ribeiro de Menezes da Silva Graca
Milton Terumitsu Sogabe
Priscila Almeida Cunha Arantes
Rosa Maria Pinho de Oliveira
Rosangella Leote
Suzete Venturelli
OBJETIVOS
Como objetivos abrangentes, propomos:

– Promover uma investigação inter / transdisciplinar com um centro na criação experimental e original de projetos artísticos, individuais, coletivos e socialmente inclusivos;
– Desenvolver, explorar e estimular atividades de investigação e resultados em áreas artísticas e tecnológicas que fundamentam as práticas de artes visuais e performáticas dos membros do amplo grupo de investigadores e colaboradores;
– Promover uma discussão crítica e disseminar o conhecimento no contexto dos Estudos de Artes e Praxis.

Nos próximos anos, os objetivos são aprofundar e ampliar a pesquisa, estendendo a colaboração por meio de protocolos a outros grupos e instituições de investigação, por meio da aplicação conjunta de captação de recursos e apoio a projetos, em nível internacional e nacional.

RESULTADOS
OBTIDOS
Entre 2013 e 2017, o grupo concluiu vários projetos de pesquisa financiados por PhD, inúmeros mestres e alguns projetos de pós-doutorado – que estimularam pesquisas nas áreas de crítica de arte, fotografia, ciência e tecnologia, estudos de memória e neurociência, sociologia da arte e ensino de artes. ; interação, realidade aumentada, cultura digital ou cultura e tradição, representação em coleções culturais e científicas – apresentação em congressos, publicação em periódicos científicos nacionais e internacionais, produção de curadoria e participação em exposições e festivais de impacto de renome.

Exemplos:

1. Presidência de duas edições do Encontro Internacional de Arte e Tecnologia – #ART: busca explorar as relações entre arte, ciência e tecnologia por meio da análise de conceitos, tais como: território e cultura; materialidade e imaterialidade; pensamento e ação; memória e identidade; e confrontá-los com as novas noções derivadas do pensamento contemporâneo para articular e atualizar os discursos sobre a área de pesquisa e produção artística.
– # 16. O ART realizou-se na Universidade do Porto, em 2017, sob o tema “Artis Intelligentia: Imaginando o Real”
– O # 14.ART foi realizado em 2015 na Universidade de Aveiro com o tema “Arte e Desenvolvimento Humano”.
Ambas as edições trouxeram a Portugal excelentes exemplos de investigação nas artes, incluindo a participação de cerca de 400 autores de mais de uma dúzia de países.

2. Participação no projeto europeu NERRI | Investigação e Inovação Responsáveis ​​por Neuro-Aprimoramento, incluído num projecto de investigação em artes do Pós-doutoramento e no Aperfeiçoamento da Exposição Internacional de Curação da Classe Mundial: FAZENDO SENTIDO na i3S no Porto. A exposição tentou trazer para o reconhecimento consciente alguns dos processos invisíveis do cérebro / mente / corpo através dos quais se percebe o mundo e nós mesmos, desafiando os artistas a explorar formas diferentes de acentuar como a arte opera em uma era de biotecnologia, em um mundo que é orgânica e imperceptivelmente humana e não humana.

3. Estruturação e desenvolvimento do projeto de I&D RAMPAP | Realidade Aumentada versus Realidade Aumentada, um projeto exploratório baseado em Artes em um Laboratório de Anatomia Patológica, que utiliza o olhar artístico aliado à tecnologia da Realidade Aumentada para informar pesquisas médicas em anatomopatologia e questionar a compreensão das relações corpo / saúde / identidade / memória. O projecto desenvolveu-se como uma sequência de uma investigação de doutoramento em parceria com várias instituições, como o Instituto de Oncologia Portuguesa de Francisco Gentil de Coimbra | EPE e a Universidade de Aveiro. Os resultados desta pesquisa foram apresentados na conferência Virtual Augmented e Mixed Reality VAMR em Toronto 2016 e em um capítulo de livro em Humanities as Science Matters