sobre o ID+

VISÃO GERAL
O ID+, Instituto de Investigação em Design, Media e Cultura, é uma estrutura de investigação ancorada em três instituições: a Universidade de Aveiro (Departamento de Comunicação e Arte) [UA/DeCA], a Universidade do Porto (Faculdade de Belas Artes) [FBAUP] e o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (Escola Superior de Design) [IPCA/ESD]. Surge em 2007 e começou o seu funcionamento financiado em Janeiro de 2009, depois de uma avaliação externa (a visita do painel internacional aconteceu em Fevereiro de 2008) que lhe atribuiu a classificação de “Muito Bom”.

As principais atividades do ID+ desenvolvem-se nos domínios  do Design, dos Media, da Arte e de outras áreas culturais, sendo composto por 72 membros integrado, 12 colaboradores doutorados, 44 doutorandos e 34 outros estudantes ou profissionais (dados de Agosto de 2017).

Diretor 
Vasco Branco
Universidade de Aveiro
Vasco Branco

Diretor

Heitor Alvelos
Universidade do Porto
Heitor Alvelos
Diretora
Paula Tavares
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)
paula_tavares_300
Vice-diretora 
Helena Barbosa
Universidade de Aveiro Universidade de Aveiro
helena_barbosa_300
missão
(1) ter uma intervenção ativa para a qualificação simbólica dos artefactos nas suas diversas escalas contextuais (local, regional, europeia, lusófona, etc.), potenciando a natureza de mediação cultural e tecnológica que caracteriza o Design, não abdicando do questionamento social e da inovação poética que a Arte provoca;

(2) enraizar a nível estruturante o Design e a Arte na definição multidisciplinar de qualquer cenário credível para o crescimento sustentável e prosperidade,.

(3) validar o Design e a Arte enquanto pressupostos éticos de uma cidadania exigente, crítica e participada cultivando a sua apropriação e tradutibilidade a nível social, cultural e económico.

(4) escrutinar a contemporaneidade da herança cultural, ultrapassando a fixação numa identidade georreferenciada em favor de um mapa de virtudes diferenciadoras.

Visão
(1) Promover a excelência da nossa investigação nos domínios do Design, Arte, Media e Cultura.

(2) Contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de investigação em Design e Arte em Portugal, nomeadamente através dos seus cruzamento com aCiência.

(3) Educar estudantes no mais elevado nível Artístico, Cultural e Científico

(4) Estimular inovação através do Design e da Arte como vetores de desenvolvimentos dos territórios e do sector industrial

Principais áreas de especialização
(1) Design

(2) Estudos sobre os Media e sobre Arte

(3).Herança Cultural e Museologia

(4) Ciências da Comunicação e da Informação

Internacionalização
A Internacionalização tem sido uma prioridade fundamental, porque configura a ponte necessária entre a capacitação local e uma esfera mais ampla de colaboração e consultas recíprocas. Assim, o ID+ tem vindo a desenvolver várias frentes de contactos e colaborações internacionais que se estendem por todo o seu âmbito de intervenção.

participação em redes

  • UTAustin-Portugal consortium for advanced research in Digital Media, Advanced Computing, Mathematics, Emerging Technologies
  • DESIS, Network of Design for Social Innovation and Sustainability
  • Cumulus, International Association of Universities and Colleges of Art, Design and Media
  • Desire, Network of Creative Design for Innovation in Science and Technology
  • ICDHS, International Committee for Design History and Design Studies

 

participação em comissões

  • Executive Board, the European Academy of Design
  • Board of Directors, Digital Media, UTAustin-Portugal
  • DESIS International Coordination Committee
  • Advisory Board, digital communities, Ars Electronica
  • European Fashion Heritage Network

 

Permuta científica e académica
 (prioridade às redes da lusofonia)

  • Erasmus networks (MA + Staff Exchange)
  • Fulbright scholars Humboldt Innovation, Berlin

 

Organização e participação Chairing) de conferências pelo ID+

  • FuturePlaces (2008 – presente)
  • Stories of Art and Science (2009)
  • Constructions Deviations Visualizations (2010)
  • DESIRE Network (2010)
  • European Academy of Design [EAD] (2001, 2011)
  • Images We Read (2013)
  • XCoaX (2013, 2014)
  • 2014 Spring Cumulus International conference “what’s on: cultural diversity, social engagement and shifting education (2014)
  • International Committee of Design History and Design Studies [ICDHS] (2012,2013,2014)
  • International Conference of Art, Illustration and Visual Culture in Infant and Primary Education [AICVEIP] (2012,2013,2014)
  • AVANCA | CINEMA, International Conference – Art, Cinema, Technology, Communication (2010-2014)
  • UD14, 3rd National Meeting of PhD in Design and 1st Iberic Meeting of PhD in Design, Univ. Aveiro (2014). Organizada pelos estudantes de doutoramento em Design que são membros do ID+.
  • III Congress Ergotrip Design: Design, Ergonomics & Human-Computer Interaction, Federal University of Rio Grande do Norte, Natal, Brasil (parceiro)
  • ICLI 2014. INTER-FACE: 2nd International Conference on Live Interfaces. 19th to 23rd November, Lisbon (parceiro)

Desde 2008 que os membros do ID+ são convidados a participar em inúmeras Comissões Científicas de Conferências Internacionais

 

Comissões editoriais / Comissões consultivas

  • The Design Journal
  • The Poster
  • Crime Media Culture
  • Radical Designist
  • I+DISEÑO
  • Eme: experimental illustration & design
  • SCIAS ART / EDUCATION
  • LAV-Laboratory Visual Arts

 

Outras (incluindo contactos preliminaries, parcerias prospectivas, colaborações pontuais, etc)

MediaLab Prado

  • Brighton University, as leader of consortium bid recently approved by the UK AHRC
  • Imagination@Lancaster
  • International Pharmaceutical Federation
  • Phillips, Eindhoven
  • Senseable City Lab, MIT
  • BID, Madrid
  • CMU-Portugal
  • South By South West Interactive

South By South West Education

Transferência de conhecimento
ID + vai prosseguir com a sua atual estratégia de mediação das necessidades locais, narrativas e herança, a fim de resgatar e reforçar o valor intrínseco e potencial que está presente nestes contextos.

 

Vários exemplos recentes de trabalhos desenvolvidos no âmbito ID+ já atestam a validade destas abordagens. Uma amostra pode incluir:

 

PORTO 2.0 – CIDADE EM MUDANÇA, Manobras no Porto,  Dois ciclos com mais de 100 eventos de etnografia urbana criativa.

DOCUMENTAR O MANOBRAS (Parceria com a Câmara Municipal do Porto: Porto Lazer). Este projeto propôs recolher e organizar informação sobre artefactos, sobre os processos de interferência e sobre as transformações resultantes do projecto Manobras no Porto.

POSTSTOP – COMUNIDADE DE MÚSICOS DO CENTRO COMERCIAL STOP, Continuidade do processo de interpelação da comunidade de músicos do Centro Comercial Stop.
RUAS DE CULTURA (Parceria com a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho)  onde já se realizou: o levantamento, análise e diagnóstico da região e do concelho; a identificação de boas práticas internacionais; a análise estratégica da marca e desenvolvimento de uma marca para o Município; a criação de cenários para a gestão, organização e funcionamento do espaço “work and live” e da incubadora de empresas. Neste projeto esteve envolvida uma bolseira e conduziu à sua dissertação de mestrado.
ART ON CHAIRS (Parceria com a Câmara Municipal de Paredes, ESAD Matosinhos, Setepés. Lda) projeto que foi dedicado à promoção do design junto do tecido industrial de mobiliário e da população deste território. A equipa do ID+ foi responsável pelo comissariado das iniciativas:

-International Design Competition (449 participações de 37 países)

-More Design, More Industry (9 residências de jovens designers tutoreadas por seniores)

-Stories of Chairs (convite à partilha de ideias e estórias sobre cadeiras, que visa a construção de novas narrativas sobre a cadeira e calibrar a herança de várias profissões ligadas a esta indústria)

-Talks (conjunto de conferências sobre a relação Design/Empresas e sobre a Gestão do Design).

- concepção da maioria dos catálogos e das exposições que decorreram em Paredes (2012).

 

Na 2ª edição (2014) a equipa do ID+ foi responsável pelo comissariado das iniciativas: Concurso “Desfrutar o Tejo” para Design de mobiliário urbano (por convite),  International Design Competition e programa More Design, More Industry (residências de jovens designers tutoreadas por seniores).

Estas duas últimas iniciativas deram origem à exposição “A experiência de ser” com curadoria e design de membros do ID+, apresentada em Beijing (2014) e Paredes (2015). Os projetos vencedores do concurso “Desfrutar o Tejo” foram prototipados em empresas de Paredes e estão expostos no Cais do Sodré em Lisboa.

PORQUÊ
(fundação em 2008)