sobre o ID+

    VISÃO GERAL
    O ID+, Instituto de Investigação em Design, Media e Cultura, é uma estrutura de investigação ancorada em duas instituições: a Universidade de Aveiro (Departamento de Comunicação e Arte( [UA/DeCA] e a Universidade do Porto (Faculdade de Belas Artes) [FBAUP]. Surge em 2007 e começou o seu funcionamento financiado em Janeiro de 2009, depois de uma avaliação externa (a visita do painel internacional aconteceu em Fevereiro de 2008) que lhe atribuiu a classificação de “Muito Bom”.

    As principais atividades do ID+ desenvolvem-se nos domínios  do Design, dos Media, da Arte e de outras áreas culturais, sendo composto por 37 membros integrados, 22 colaboradores doutorados (incluindo 4 estudantes de pós-doutoramento), 83 doutorandos e 12 outros estudantes ou profissionais (dados de Dezembro de 2013).

    Diretor 
    Vasco Branco
    Universidade de Aveiro
    Vasco Branco

    Diretor

    Heitor Alvelos
    Universidade do Porto
    Heitor Alvelos
    Vice-diretora 
    Helena Barbosa
    Universidade de Aveiro
    helena_barbosa_300
    missão
    (1) ter uma intervenção ativa para a qualificação simbólica dos artefactos nas suas diversas escalas contextuais (local, regional, europeia, lusófona, etc.), potenciando a natureza de mediação cultural e tecnológica que caracteriza o Design, não abdicando do questionamento social e da inovação poética que a Arte provoca;

    (2) enraizar a nível estruturante o Design e a Arte na definição multidisciplinar de qualquer cenário credível para o crescimento sustentável e prosperidade,.

    (3) validar o Design e a Arte enquanto pressupostos éticos de uma cidadania exigente, crítica e participada cultivando a sua apropriação e tradutibilidade a nível social, cultural e económico.

    (4) escrutinar a contemporaneidade da herança cultural, ultrapassando a fixação numa identidade georreferenciada em favor de um mapa de virtudes diferenciadoras.

    Visão
    (1) Promover a excelência da nossa investigação nos domínios do Design, Arte, Media e Cultura.

    (2) Contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de investigação em Design e Arte em Portugal, nomeadamente através dos seus cruzamento com aCiência.

    (3) Educar estudantes no mais elevado nível Artístico, Cultural e Científico

    (4) Estimular inovação através do Design e da Arte como vetores de desenvolvimentos dos territórios e do sector industrial

    Principais áreas de especialização
    (1) Design

    (2) Estudos sobre os Media e sobre Arte

    (3).Herança Cultural e Museologia

    (4) Ciências da Comunicação e da Informação

    Internacionalização
    A Internacionalização tem sido uma prioridade fundamental, porque configura a ponte necessária entre a capacitação local e uma esfera mais ampla de colaboração e consultas recíprocas. Assim, o ID+ tem vindo a desenvolver várias frentes de contactos e colaborações internacionais que se estendem por todo o seu âmbito de intervenção.

    participação em redes

    • UTAustin-Portugal consortium for advanced research in Digital Media, Advanced Computing, Mathematics, Emerging Technologies
    • DESIS, Network of Design for Social Innovation and Sustainability
    • Cumulus, International Association of Universities and Colleges of Art, Design and Media
    • Desire, Network of Creative Design for Innovation in Science and Technology
    • ICDHS, International Committee for Design History and Design Studies

     

    participação em comissões

    • Executive Board, the European Academy of Design
    • Board of Directors, Digital Media, UTAustin-Portugal
    • DESIS International Coordination Committee
    • Advisory Board, digital communities, Ars Electronica
    • European Fashion Heritage Network

     

    Permuta científica e académica
 (prioridade às redes da lusofonia)

    • Erasmus networks (MA + Staff Exchange)
    • Fulbright scholars Humboldt Innovation, Berlin

     

    Organização e participação Chairing) de conferências pelo ID+

    • FuturePlaces (2008 – presente)
    • Stories of Art and Science (2009)
    • Constructions Deviations Visualizations (2010)
    • DESIRE Network (2010)
    • European Academy of Design [EAD] (2001, 2011)
    • Images We Read (2013)
    • XCoaX (2013, 2014)
    • 2014 Spring Cumulus International conference “what’s on: cultural diversity, social engagement and shifting education (2014)
    • International Committee of Design History and Design Studies [ICDHS] (2012,2013,2014)
    • International Conference of Art, Illustration and Visual Culture in Infant and Primary Education [AICVEIP] (2012,2013,2014)
    • AVANCA | CINEMA, International Conference – Art, Cinema, Technology, Communication (2010-2014)
    • UD14, 3rd National Meeting of PhD in Design and 1st Iberic Meeting of PhD in Design, Univ. Aveiro (2014). Organizada pelos estudantes de doutoramento em Design que são membros do ID+.
    • III Congress Ergotrip Design: Design, Ergonomics & Human-Computer Interaction, Federal University of Rio Grande do Norte, Natal, Brasil (parceiro)
    • ICLI 2014. INTER-FACE: 2nd International Conference on Live Interfaces. 19th to 23rd November, Lisbon (parceiro)

    Desde 2008 que os membros do ID+ são convidados a participar em inúmeras Comissões Científicas de Conferências Internacionais

     

    Comissões editoriais / Comissões consultivas

    • The Design Journal
    • The Poster
    • Crime Media Culture
    • Radical Designist
    • I+DISEÑO
    • Eme: experimental illustration & design
    • SCIAS ART / EDUCATION
    • LAV-Laboratory Visual Arts

     

    Outras (incluindo contactos preliminaries, parcerias prospectivas, colaborações pontuais, etc)

    MediaLab Prado

    • Brighton University, as leader of consortium bid recently approved by the UK AHRC
    • Imagination@Lancaster
    • International Pharmaceutical Federation
    • Phillips, Eindhoven
    • Senseable City Lab, MIT
    • BID, Madrid
    • CMU-Portugal
    • South By South West Interactive

    South By South West Education

    Transferência de conhecimento
    ID + vai prosseguir com a sua atual estratégia de mediação das necessidades locais, narrativas e herança, a fim de resgatar e reforçar o valor intrínseco e potencial que está presente nestes contextos.

     

    Vários exemplos recentes de trabalhos desenvolvidos no âmbito ID+ já atestam a validade destas abordagens. Uma amostra pode incluir:

     

    PORTO 2.0 – CIDADE EM MUDANÇA, Manobras no Porto,  Dois ciclos com mais de 100 eventos de etnografia urbana criativa.

    DOCUMENTAR O MANOBRAS (Parceria com a Câmara Municipal do Porto: Porto Lazer). Este projeto propôs recolher e organizar informação sobre artefactos, sobre os processos de interferência e sobre as transformações resultantes do projecto Manobras no Porto.

    POSTSTOP – COMUNIDADE DE MÚSICOS DO CENTRO COMERCIAL STOP, Continuidade do processo de interpelação da comunidade de músicos do Centro Comercial Stop.
    RUAS DE CULTURA (Parceria com a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho)  onde já se realizou: o levantamento, análise e diagnóstico da região e do concelho; a identificação de boas práticas internacionais; a análise estratégica da marca e desenvolvimento de uma marca para o Município; a criação de cenários para a gestão, organização e funcionamento do espaço “work and live” e da incubadora de empresas. Neste projeto esteve envolvida uma bolseira e conduziu à sua dissertação de mestrado.
    ART ON CHAIRS (Parceria com a Câmara Municipal de Paredes, ESAD Matosinhos, Setepés. Lda) projeto que foi dedicado à promoção do design junto do tecido industrial de mobiliário e da população deste território. A equipa do ID+ foi responsável pelo comissariado das iniciativas:

    -International Design Competition (449 participações de 37 países)

    -More Design, More Industry (9 residências de jovens designers tutoreadas por seniores)

    -Stories of Chairs (convite à partilha de ideias e estórias sobre cadeiras, que visa a construção de novas narrativas sobre a cadeira e calibrar a herança de várias profissões ligadas a esta indústria)

    -Talks (conjunto de conferências sobre a relação Design/Empresas e sobre a Gestão do Design).

    - concepção da maioria dos catálogos e das exposições que decorreram em Paredes (2012).

     

    Na 2ª edição (2014) a equipa do ID+ foi responsável pelo comissariado das iniciativas: Concurso “Desfrutar o Tejo” para Design de mobiliário urbano (por convite),  International Design Competition e programa More Design, More Industry (residências de jovens designers tutoreadas por seniores).

    Estas duas últimas iniciativas deram origem à exposição “A experiência de ser” com curadoria e design de membros do ID+, apresentada em Beijing (2014) e Paredes (2015). Os projetos vencedores do concurso “Desfrutar o Tejo” foram prototipados em empresas de Paredes e estão expostos no Cais do Sodré em Lisboa.

    PORQUÊ
    (fundação em 2008)